Smartick: plataforma revoluciona ensino da matemática com aulas de 15 minutos ao dia

  Método de ensino e treino de matemática é voltado para crianças de 4 a 14 anos, sem necessidade de acompanhamento dos pais e professores

Smartick: plataforma revoluciona ensino da matemática com aulas de 15 minutos ao dia

Método de ensino e treino de matemática é voltado para crianças de 4 a 14 anos, sem necessidade de acompanhamento dos pais e professores

A rotina de famílias com crianças e adolescentes mudou drasticamente durante a pandemia de covid-19. Por conta do isolamento social, todas as atividades passaram a ser feitas de casa: home office e homeschooling têm sido palavras do cotidiano de grande parte da sociedade.

Com isso, pais e mães tiveram que se virar nos 30 para dar conta das demandas de seus empregos, tarefas domésticas e dar atenção redobrada a seus filhos, que tiveram que ficar tempo integral em casa.

Estes, por sua vez, perderam não só o convívio social mas também o acompanhamento direto de professores em sala de aula, momentos nos quais as escolas têm papel extremamente importante.

Mesmo com esforços por parte das escolas, pais e mães e dos próprios alunos, os estudantes regrediram no aprendizado de português e matemática após um ano de aulas online. O dado é de recente pesquisa desenvolvida pela Secretaria de Estado da Educação de São Paulo.

A situação torna-se uma bola de neve quando, ao ter dificuldade no aprendizado, a criança desenvolve um bloqueio ou aversão a matérias de exatas. A médio e longo prazo, além do impasse com os números, isso reflete em perda da autoestima, sentimento de incapacidade e ansiedade, que podem comprometer o desempenho em outras disciplinas também.

Neste cenário, a plataforma Smartick ganha destaque ao entregar um método de ensino e treino de matemática para crianças de 4 a 14 anos. Com apenas 15 minutos ao dia, em um tablet ou computador, alunos de mais de 100 países apresentaram significativa melhora no conhecimento da disciplina.

Mais de 80% tiveram notas mais altas de matemática na escola, enquanto 94% melhoraram a capacidade de cálculo, lógica e resolução de problemas.

Não tem “decoreba”

Para o Smartick, é essencial que o aluno aprenda a pensar e a entender o porquê das coisas. Com um sistema de inteligência artificial, a plataforma vai muito além do treinamento de operações básicas e estimula a criança a trabalhar o raciocínio e a lógica. Sem decoreba.

No método não existem dois exercícios iguais. Isso porque a variedade destes é muito ampla e só tende a aumentar, visto que todo mês a equipe formada por profissionais da educação, cientistas da computação, matemáticos e pedagogos desenvolve novos conteúdos sobre diferentes áreas do aprendizado matemático: comparação, aritmética e reconhecimento de quantidade, algarismos e numeração, entre outras.

Todas as crianças de 4 a 14 anos podem usar Smartick para aprender e aprimorar seus conhecimentos em matemática. A plataforma é voltada tanto para crianças que apresentam uma boa desenvoltura na disciplina quanto aquelas que têm dificuldades de aprendizagem com a matéria ou apresentam Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), Síndrome de Down, Asperger, dislexia, autismo e superdotação.

Com um sistema de inteligência artificial, a Smartick estimula a criança a trabalhar o raciocínio e a lógica. Sem decoreba!
Crédito: Smartick | DivulgaçãoCom um sistema de inteligência artificial, a Smartick estimula a criança a trabalhar o raciocínio e a lógica. Sem decoreba!

Outro distúrbio de aprendizagem que acomete ao menos uma a cada 25 crianças (5 a 7% da população infantil) é a discalculia. De origem neurobiológica, a discalculia afeta a aquisição de conhecimentos sobre os números e deve ser diagnosticada o mais cedo possível, de preferência entre os 6 e 8 anos de idade.

Pensando nisso, o Smartick desenvolveu, em conjunto com especialistas das Universidades de Málaga e Valladolid (ambas espanholas), um teste rápido, online e gratuito para detectar o risco de discalculia nas crianças. Abordando as principais áreas do aprendizado matemático, o questionário foi elaborado com a participação de 800 alunos em diferentes áreas da Espanha para então ser validado.

“As crianças com discalculia precisam de um treinamento diário adaptado, baseado em uma compreensão profunda de conceitos e procedimentos. Os exercícios e atividades do plano de estudos personalizado que propomos no método podem ajudar muito os alunos com estas dificuldades”, explica Javier Arroyo, cofundador da Smartick ao lado de Daniel González de Vega.

Mais autonomia para as crianças e para os pais

Os alunos desfrutam de um ambiente digital totalmente explicativo e interativo durante os exercícios, que podem ser feitos apenas em tablets ou no computador.

Ao demorar para responder às questões, a inteligência da Smartick identifica e disponibiliza vídeos de exercícios guiados para auxiliar na resolução dos problemas. Ao errar, a correção e explicação aparece automaticamente na tela.

Quanto mais questões a criança acertar, mais pontos ela acumula. Estes podem ser utilizados em outra área do site, onde ela cria seu avatar personalizado e pode comprar itens virtuais como roupas, bichos de estimação e outros brinquedos. Nesta área também há dezenas de jogos que estimulam raciocínio, memória, contagem e outras habilidades correlativas.

Os pais, por sua vez, não precisam se preocupar em acompanhar os vídeos tutoriais, já que o método é pensado para estimular a autoaprendizagem dos alunos. E também não precisam checar os exercícios, pois são corrigidos instantaneamente pela plataforma, que dá feedback em tempo real.

Após cada sessão, os responsáveis recebem e-mail com os resultados e, na Área de Pais do site, podem ver todas as atividades realizadas pelo aluno. Tudo com precisão e detalhes, bem como indicadores e gráficos sobre o progresso.

Teste gratuitamente por uma semana

Ao acessar o site oficial, além de todas as informações detalhadas e vídeos com histórias de sucesso de clientes, pais e mães podem agendar uma ligação com a equipe pedagógica para sanar todas as dúvidas a respeito da plataforma e do método.

Para ver com seus próprios olhos, basta se registrar e experimentar o método Smartick gratuitamente por uma semana. Após, o valor mensal varia de R$129,92 a R$199, dependendo do número de crianças inscritas e do pacote escolhido.

Leitores da Catraca Livre ainda podem desfrutar de 30 dias de uso gratuito para experimentar a plataforma. Para garantir essa vantagem é só clicar aqui.

Smartick: a próxima geração vai ser de exatas

Criado em 2009 por Daniel González de Vega e Javier Arroyo, ambos graduados pela Universidade de Stanford e pela Harvard Business School, a plataforma está presente em mais de 100 países e com mais de 50 mil crianças beneficiárias.

Em 2016, foi escolhida como uma das 15 melhores startups do mundo pelo júri do The Next Web em Nova Iorque e em 2018, o Congresso dos Estados Unidos concedeu-lhe o Eisenhower Fellowship, entregue por Colin Powell, como reconhecimento pelos bons resultados do Smartick na educação mundial.

Ficou curioso sobre a plataforma?! É só clicar aqui e começar agora a mesmo a testar.

 Fonte: Catraca Livre

 

             

Virou notícia publicamos aqui

Assuntos sobre: Educação, Comportamento, entre outros. 

                                     

COMPARTILHE
Postagem Anterior
Próximo Post

Textos escolhidos pra você: