Você sabe onde está sua alegria?

 

Como gestor, psicólogo ou amigo, muitas vezes eu disse, de coração, aos que assumiam novos desafios: “Desejo sucesso, e que seja com Alegria!”

Por: Pascoal Zani, CRP 08/04471, Psicólogo 

Alegria, energia

Como gestor, psicólogo ou amigo, muitas vezes eu disse, de coração, aos que assumiam novos desafios: “Desejo sucesso, e que seja com Alegria!”

Não é só pelo “fim”: é principalmente pelo “meio”, pois a Vida é um processo. Requer foco no destino, sim, mas muita atenção à jornada.

Alegria é o aumento da potência para agir

Spinoza

A Alegria, mais que o simples e belo sorriso nos lábios, é o aumento da potência para agir”, como disse Baruch Spinoza, ainda no século XVII. Ela garante a sua energia, nutre a paixão pela causa, envolve você e as pessoas próximas a favor dos seus objetivos e do seu bem-estar.

O vai e vem da Alegria (ou: não ponha todos os ovos numa cesta só)

Pode ser normal que você, por vezes, esteja bem em algumas áreas da vida e menos desenvolvido em outras. Mas o risco de frustração aumenta quando concentra a satisfação em poucos aspectos. Por exemplo, se está bem-sucedido no trabalho, mas encontra dificuldades nas demais questões, caso entre em crise profissional terá o nível de bem-estar bastante comprometido. Assim, verá aberta uma porta para a ansiedade e a depressão se instalarem, pois todas as fichas estavam em uma só aposta.

O exemplo deixa clara a importância de buscar o equilíbrio, usar a força da Alegria para manter estável o que já está bem equacionado e também para buscar autoconhecimento e desenvolvimento de habilidades que elevem a satisfação de aspectos menos explorados. O resultado virá na forma de melhor qualidade de Vida.

Quando a Alegria se esvai

Se você se empenha em praticar a Inteligência Emocional, logo se depara com a indignação que traz a raiva e também com os estragos dela quando expressada instintivamente, exageradamente ou reprimida; com um medo que algumas vezes protege e noutras paralisa; com o nojo que faz rejeitar o que sua mente entende como tóxico; com a tristeza que pode causar reflexões transformadoras ou aprofundar a depressão; e com a alegria, ponto à parte:

A Alegria é tida como a “mocinha”, aquela a manter. De fato, ela move, energiza, empodera, cura. Porém, trata-se de uma manutenção a todo custo? Não, a proposta é de regulação emocional, porque as situações, seus pensamentos e crenças lhe presenteiam diariamente com uma farta gama de emoções e não só dela. A cada uma compete seu ciclo, bem vivenciado. E pode ser que a Alegria passe a lhe visitar menos de vez em quando, não é mesmo?

Como recuperar a Alegria

Emoções vem e vão. Se vão, voltam: é da Vida. A Alegria é geradora de ação, mobilizadora, mantém os relacionamentos estáveis, a paixão por pessoas, causas e objetivos. Então, caso a tenha perdido, sim, é possível recuperá-la. A Psicoterapia, com empatia no trato humano, aplicação de técnicas específicas e especialidade na redescoberta de valores internos, poderá ajudar nessa volta à Vida, à Alegria.

A depressão é das maiores demandas na Psicologia. Ela tem por características o aprofundamento da tristeza, a visão negativa de si, do futuro e do mundo, a desesperança, o isolamento, a irritação, a perda do prazer, a dificuldade de agir, de fazer coisas simples do dia a dia, dentre outros sintomas. Então, porque não dizer, quanto a este problema mental: há uma perda de Alegria. No viés de solução, ela, como fonte de energia para a ação, pode auxiliar no tratamento.

Nesse caso você pode reativar o potencial que tem em si, a fim de voltar a se alegrar, viver. A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), além de acolher a pessoa que sofre e de atuar sobre os pensamentos e emoções que causam dor, se utiliza de técnicas como

  1. Lista de atividades prazerosas: inclua na sua rotina atividades que tragam bem-estar; se possível inicie o dia com uma delas;
  2. Ativação comportamental: não espere pela motivação, mas, aja; dê um pequeno passo, um só; por alguns dias não mire o topo da escada, mas apenas suba um degrau; quando começar a agir, a própria ação lhe dará bem-estar;
  3. Curtograma: use o esquema a seguir para relacionar e refletir sobre o que você curte e o que tem obrigação de fazer; depois planeje ações buscando o equilíbrio das demandas entre prazeres e deveres: o que você gosta e faz; o que você gosta e não faz; o que você não gosta e faz; o que você não gosta e não faz;
CURTOGRAMA OU GOSTOGRAMA
o que você gosta e fazo que você gosta e não faz
o que você não gosta e fazo que você não gosta e não faz

Onde está a sua Alegria?

Respeitando que cada emoção deve ser vivida a seu tempo, nas suas escolhas conscientes você pode optar entre dois caminhos:

  1. a tristeza, vitimização e atribuição de culpa a si, aos outros e ao mundo, mantendo sofrimentos;
  2. ou assumir a responsabilidade por si próprio, se autoempoderar e resolver seus problemas, usando a força da Alegria.

Os atuais conceitos de "Longlife learner" / "Lifelong learning" reforçam a necessidade e a oportunidade de buscar energia sempre: viver aprendendo, extrair lições de cada experiência e, assim, estimular a “neuroplasticidade cerebral”, ativar o “mindset do crescimento”.

A linha da Alegria implica também em tratar os assuntos e as pessoas tão apaixonadamente que, de fato, você “aproveite até o último sopro de vida". Ou, simplificando mais ainda, como dizia Gonzaguinha alegremente, já em 1982: “a beleza de ser um eterno aprendiz! ”

Para lembrar

A vida adulta pode fazer você se esquecer de sua essência, dos seus valores e objetivos, por tamanha turbulência. Então, de tempos em tempos convém refletir, reavaliar os níveis necessários em cada área para viver bem.

Feito isso, redirecionar rotas, recobrar a sua Alegria! Onde ela estiver, você, planejada ou automaticamente, buscará formas de fazer acontecer seus objetivos.

Por isso, termino com algumas provocações:

  1. O que inspira você?

2.O que o move, enche de entusiasmo?

3. Qual é a sua paixão? Onde está a sua Alegria?

  Fonte: Clube Gazeta do povo


 Pascoal Zani – CRP-PR 08/04471

Fone whats: https://wa.me/5541988488303

https://linktr.ee/Psicologopascoalzani

psicologopascoalzani@gmail.com

Fonte: https://www.psicologopascoalzani.com.br 

Psicólogo Pascoal Zani – CRP 08/04471 | Instagran: psicologopascoalzani

Leia  outros artigos do Psicólogo Pascoal Zani

 

             

Virou notícia publicamos aqui

Assuntos sobre: Educação, Comportamento, entre outros. 

                                     

COMPARTILHE
Postagem Anterior
Próximo Post

Textos escolhidos pra você: