Afinal como se proteger na internet, veja  5 dicas de segurança que vale a pena seguir

Afinal como se proteger na internet, veja 5 dicas de segurança que vale a pena seguir

Proteger, Internet, 5 dicas, Segurança, Informações, Tecnologia, Avanço, Alt text, Vulneráveis, Rede, Dados,Notícias, Privacidade, bisbilhotar, TI,

Em meio tantas informações e avanço da tecnologia, muitos perguntam como se proteger na internet, uma vez que nossas informações podem ser vulneráveis na rede.

Depois que veio à tona o caso envolvendo o Facebook, cujos dados foram parar nas mãos de terceiros sem a devida autorização dos usuários, perguntas sobre como se proteger na internet voltaram a tomar conta do mundo tecnológico. Afinal, a privacidade em um tempo completamente conectado virou um artigo de luxo.

Sabendo que a internet facilita o acesso às informações, pessoas mal-intencionadas têm aproveitado para explorar essas brechas e bisbilhotar a comunicação das pessoas. Seja por meio da interceptação de mensagens ou rastreando comportamentos, tudo é feito com o objetivo de obter algum tipo de vantagem sobre os usuários – vantagens essas que nem sempre são lícitas.

Nesse artigo, listamos cinco dicas de segurança que valem a pena serem seguidas para garantir uma proteção extra à sua vida digital:

1. Senhas fortes e diferentes

Um erro comum que muitas pessoas cometem é o de utilizar a mesma senha para diversos serviços. O problema disso é que se alguém descobrir uma delas pode ter acesso a todas as suas contas pessoais de uma só vez.

Com a senha do Facebook, por exemplo, o invasor poderá acessar o Instagram, seu e-mail pessoal, sua conta no Twitter e, em alguns casos, terá até mesmo a sua senha bancária.

Para evitar que isso ocorra, duas dicas são importantes de serem observadas. A primeira é que você deve utilizar senhas fortes. Essas palavras-chaves devem misturar números, letras e caracteres especiais, se for possível. Além disso, letras maiúsculas misturadas com letras minúsculas também são um fator extra de segurança. Quanto maior ela for, melhor.

Uma boa dica é recorrer aos apps geradores de senha – há vários deles disponíveis nas lojas de aplicativos. Por fim, evite usar a mesma senha em mais de um serviço. Talvez seja difícil se lembrar de todas elas, mas você pode usar também aplicativos para guardar senhas e ter mais tranquilidade com as suas contas pessoais.

2. Use sistemas de criptografia nos seus e-mails

Para quem se preocupa com a segurança das mensagens trocadas por e-mail, uma solução pode ser a de criptografar as conversas. Sistemas de criptografia como o Mailvelope permitem que você envie mensagens para os seus amigos que chegarão completamente criptografas.

Para abri-las, será preciso ter uma chave especial – algo que só o seu amigo terá.

Assim, mesmo que uma pessoa mal-intencionada consiga interceptar a mensagem, ela só vai conseguir visualizar o conteúdo se tiver uma das duas chaves especiais – a sua ou a do seu destinatário.

Essa forma de proteção é altamente recomendada para empresas que costumam trocar correspondências confidenciais entre os seus funcionários.

3. Bloqueie câmeras e microfones se eles não estiverem em uso

Outro item que passa despercebido pela maioria é o uso da câmera e do microfone. Você já reparou que ao instalar um aplicativo, muitos deles pedem acesso à sua câmera e ao seu microfone?

É claro, para alguns deles isso até faz sentido – como um mensageiro que permite conversas em áudio e vídeo. Porém, apps menos conhecidos se aproveitam dessa brecha para solicitar o mesmo acesso, e é aí que mora o problema.

Se a câmera ou o microfone estiverem ligados, o app em questão pode agir maliciosamente ouvindo as suas conversas ou mesmo usando a câmera para espioná-lo. A regra vale tanto para os celulares quanto para os PCs e notebooks: se não estiver usando essas ferramentas, desligue-as ou cubra-as para evitar transtornos futuros.

4. Mantenha um antivírus atualizado e não faça downloads de fontes desconhecidas

Os antivírus são os principais responsáveis por alertá-lo com relação a malwares, vírus e spywares que possam querer se aventurar em sua máquina.

Ao identificar algum ameaçando o seu PC durante a navegação, o aplicativo emite um alerta, movendo aplicativos para quarentena ou mesmo bloqueando o acesso a sites suspeitos.

É importante também que você se certifique com relação às fontes de download de onde você baixa os seus arquivos.

Evite a todo custo baixar qualquer conteúdo cuja origem seja suspeita. Se ainda assim você decidir fazer o download, não execute o arquivo antes de submetê-lo a uma inspeção em softwares especializados.

5. Crie o hábito de navegar anonimamente

Quando você está navegando na internet logado em sua conta, todas as informações relacionadas ao seu comportamento são monitoradas pelos softwares.

É assim, por exemplo, que após visitar o site de uma loja que vende camisas você percebe que todas as propagandas ‘misteriosamente” passam a oferecer ofertas de camisas.

Você pode minimizar esse tipo de rastreamento usando o modo anônimo de navegação. Quando você não está logado no navegador, ele não tem condições de associar um histórico de buscas à sua conta e o resultado disso é que você terá um pouco mais de privacidade.

Muitas lojas se utilizam hoje desse artifício para insistir nas chances de compra, é o chamado “retarget”. Em outras palavras, eles sabem o que você visitou e acompanham as suas visitas seguintes por um período indeterminado, na tentativa de encontrar novas oportunidades de oferecer produtos novamente.

 

Fonte(s): GlogalSeg e INFO Wester

 

 

O que diz a Matemática e a Numerologia para 2021

O que diz a Matemática e a Numerologia para 2021

 O ano de 2020 não irá deixar saudades para muitas pessoas, por ter sido um ano marcado pelo medo do desconhecido, o vírus covid-19.  Mas o que se esperar para 2021? Segundo os números 2021 é um ano 5. Pois se somar 2+0+2+1= 5, para o Matemático, Pedagogo e Psicanalista Valdivino Sousa, o ano de 2021 é um ano 5, que significa transição, movimento, mudanças e renovação.

O ano de 2020 não irá deixar saudades para muitas pessoas, por ter sido um ano marcado pelo medo do desconhecido, o vírus covid-19.  Mas o que se esperar para 2021? Segundo os números 2021 é um ano 5. Pois se somar 2+0+2+1= 5, para o Matemático, Pedagogo e Psicanalista Valdivino Sousa, o ano de 2021 é um ano 5, que significa transição, movimento, mudanças e renovação.

 O ano de 2020 foi marcado pelas dificuldades em razão da pandemia covid-19, a maior parte da população não conseguiram realizar seus planos, ou sonhos, o que ouvimos das pessoas é que 2020 foi um ano perdido.

 “De um modo geral a esperança está no ano que está chegando, mas a numerologia indica o número 5, e 2021, será marcado pelas incertezas e instabilidade”. Explica Valdivino Sousa.

 Temos que fazer a nossa parte em 2021

 O ano de 2020 nos acendeu uma alerta, para os estudiosos e espiritualistas o planeta terra quis nos sinalizar algo, do tipo ainda existo. O ano de 2021 temos que fazer nossa parte, será um ano difícil, pois iremos iniciar o ano convivendo com a pandemia no mundo todo. Se nos apegar com o negativismo que é um ano 5, e não fazer por onde buscarmos saídas podemos no deparar com dificuldades em vários campos da nossa vida.

 O número 5 é visto como rebelde, não por ser um número ímpar, mas é em função da numerologia nos mostrar essas informações, então, 2021 é um ano em que as pessoas deverão buscar novas mudanças, e não apegar com o simbolismo.

 “Já é comum do ser humano ter um comportamento impulsivo de querer resolver um problema rápido, outras pessoas não querem ter trabalhos para resolver seus problemas, quer evitar a todo custo. O que chamamos de acomodação, e não buscam saídas”. Diz o Psicanalista Valdivino Sousa.

Por que para muitos 2020 foi um ano perdido? 

Essa é uma colocação relativa, pois o ano de 2020 não foi perdido para todos, e sim apenas para uma parcela de pessoas, é sabido que em toda parte do mundo as pessoas passaram por dificuldades, seja na Educação, Economia, Saúde entre outras áreas, mas nem todos ficaram parados. Pelo contrário foi um ano em que as pessoas tiveram que reinventar para poder sobreviver, e olhando pelo lado comportamental foi um ano de aprendizagem, adaptação, respeitar limites, aprender a conviver com o próximo.

Segundo o Valdivino Sousa “As pessoas foram obrigadas a mudarem seus comportamentos, aprender novos hábitos. Por exemplo, usar máscaras, manter o distanciamento e evitar o abraço, estes hábitos vão perdurar por um bom tempo, mesmo depois de acabar a pandemia, este novo comportamento que aprendemos permanece em nossa mente”.

Em 2021 a sociedade por um lado vai estar mais inteirada com o mundo virtual, pois em 2020, devido à pandemia covid-19, o mundo se manteve conectado, existe até uma frase “desconectada jamais” tudo que fizemos, ou quase tudo precisamos usar a tecnologia ao nosso favor. A educação de um modo geral teve que se adaptarem as novas tecnologias, da escolinha pequena a grande faculdade, as aulas e atividades, provas em 2020 praticamente foram todas de forma remota virtual. 

O que dizem os algarismos 1 e 5 para 2021?

Em 2021, é um ano 5, ímpar e também o número 1, segundo a numerologia estes dois números fará com que 2021 seja um ano lento, e até mesmo marcado por dificuldades, mas se olharmos de uma forma positiva o número 5 simboliza novas perspectivas, mudanças transição, movimentação. Então no ano de 2021, as pessoas que buscar manter o pensamento positivo e focar em seus objetivos, não irão enfrentar grandes obstáculos.

Segundo a astrologia, 2021 é um ano Aquariano e Uraniano, isso porque Saturno em Aquário vai estar em tensão com Urano e Touro. E Urano é um planeta regente de Aquário. É como se fosse um Urano ou Aquário “ao quadrado”, colocando energia de estímulo na polaridade positiva e de instabilidade na negativa.

E o que esperar de um ano “aquariano”? Como nenhum signo é só positivo ou só negativo, entenda o que esperar de um ano aquariano nas duas polaridades.

Segundo o site Personare Os pontos positivos de um ano aquariano e uraniano são:

 

 

1)    Eventos coletivos marcantes e que podem trazer mudanças futuras que vão influenciar em legislações e que podem dar início a novos hábitos coletivos.

2)    É um período ótimo para grandes eventos em grupo ou no coletivo e debates.

3)    Enorme força para movimentos e causas sociais, como campanhas antirracistas, feministas, LGBTQIA+, ambientalistas, indígenas e outros.

4)    Surgimento ou fortalecimento de novos tipos de grupos e comportamentos sociais, em especial, de estilos mais alternativos.

5)    Ampla modernização, com surgimento de novas tendências, sistemas e tecnologias, desenvolvimento tecnológico e possibilidade de novas redes sociais e aplicativos.

6)    Destaque para redes sociais, cursos online e toda forma de conexão de pessoas (seja presencial ou à distância). Afinal, Aquário é o signo do grupo.

7)    Pode haver aumento do interesse em socializar, conhecer pessoas e interagir.

8)    Tendência para abertura a coisas novas.

9)    Maior impulsão para quem estiver inserido em um grupo e/ou no coletivo do que atuar de forma isolada ou fora da corrente.

10)  Força coletiva e pessoal para realizar mudanças. Para quem já vem de muito tempo de situações opressivas, como, por exemplo, um casamento que já terminou na prática faz tempo e é só uma formalidade, é um ano com potencial de libertação e finalmente tomar uma atitude.

11)  Mais consciências serão atingidas pela ideia de liberdade e mudança.

12)  Muitos movimentos interessantes para jovens ou vindo de lideranças jovens.

13)  Maior espaço para o desejo de falar, manifestar, contestar, questionar e comunicar.

14)  Abertura para assuntos novos e incomuns.

15)  Não vai ser um ano parado, e, sim, de muito estímulo, novidade e movimentos.

 

 

 

 

Geraldo Luís de volta a TV Record, e dessa vez com novo nome de programa e novo estilo

Geraldo Luís de volta a TV Record, e dessa vez com novo nome de programa e novo estilo

Muitos perguntava por andava o Geraldo Luís, depois de acabar com o programa domingo shou. Mas agora ele está de volta. Geraldo Luís de volta a TV Record, e dessa vez com novo nome de programa e novo estilo

 Muitos perguntava por andava o Geraldo Luís, depois de acabar com o programa domingo shou. Mas agora ele está de volta. Geraldo Luís de volta a TV Record, e dessa vez com novo nome de programa e novo estilo

A Record trocou o título provisório do novo programa de Geraldo Luís, o Boa Noite, Brasil, para o oficial, A Noite É Nossa. O canal do bispo Edir Macedo também revelou as principais novidades da programação do próximo ano, como a estreia de Gênesis, a sua próxima novela bíblica.

O apresentador anunciou que o programa contará com grandes reportagens e muita diversão, um formato até então semelhante ao adotado pelo extinto Domingo Show, apresentado por ele no final das manhãs e início das tardes de domingo.

Ex-diretor de Patrícia Abravanel e do Teleton, no SBT, Michael Ukstin foi contratado pela Record para o novo programa. O desenvolvimento da atração está sob responsabilidade de João Scortecci e Wilson Ribas. A estreia está marcada para janeiro, nas noites de quarta-feira.

 

Além do anúncio dos filmes da programação de início de ano, a Record anunciou a nova temporada do Repórter Record Investigação, com apresentação de Adriana Araújo e as novas temporadas de Chicago Med e Chicago P.D.

A emissora reforçou a sua dramaturgia e lembrou da reta final de Amor Sem Igual, da novela Jesus e a estreia de Gênesis, a nova novela bíblica da emissora, prevista para 2020, mas adiada por conta do novo coronavírus.

Fonte: RD1

O que as pessoas sentem na pele com os sintomas de Despersonalização e Desrealização

O que as pessoas sentem na pele com os sintomas de Despersonalização e Desrealização

O que as pessoas sentem na pele com os sintomas de Despersonalização e Desrealização? As promessas de cura da Despersonalização e Desrealização. Aqui no blog https://www.japubliquei.com.br/ Abordei a série de  matérias sobre a Despersonalização e Desrealização com o intuito de esclarecer e relatar o que essas pessoas sentem na pele

O que as pessoas sentem na pele com os sintomas de Despersonalização e Desrealização? As promessas de cura da Despersonalização e Desrealização. Aqui no blog abordei a série de  matérias sobre a Despersonalização e Desrealização com o intuito de esclarecer e relatar o que essas pessoas sentem na pele.

Especial da Catia Fonseca, na Band, terá Realidade Aumentada

Especial da Catia Fonseca, na Band, terá Realidade Aumentada

A Band vai exibir no dia 24, a partir das 22h00, o especial de Natal da Catia Fonseca.  Que terá várias surpresas, entre elas, o conceito de Realidade Aumentada, uma tecnologia já observada em títulos como “Domingo Espetacular”, “Fantástico”, entre outros.

A Band vai exibir no dia 24, a partir das 22h00, o especial de Natal da Catia Fonseca.

Que terá várias surpresas, entre elas, o conceito de Realidade Aumentada, uma tecnologia já observada em títulos como “Domingo Espetacular”, “Fantástico”, entre outros.

Assim, a Band transformou o estúdio de gravação em uma grande cidade, com gnomos e o Papai Noel interagindo com a apresentadora por meio da mesma tecnologia usada em jogos eletrônicos (Pokemon Go) ou filmes de Hollywood e séries (Game of Thrones).

Segundo o site Olhar Digital, “a realidade aumentada combina um código QR e um programa de computador. Com os códigos bidimensionais é possível projetar objetos virtuais em uma imagem do mundo real de forma a oferecer mais informações, expandir as fronteiras da interatividade, bem como possibilitar o uso de novas tecnologias e tornar as atuais mais precisas”.

Catia Fonseca ganha especial na Band

A programação de fim de ano da Band também terá  sucessos do cinema, como “Gladiador”, com Russell Crowe,  “Lightspeed”, “Tubarão de Malibu”, “Rei das Armas” e  “Coração de Cowboy”.

E, ainda, “MasterChef”, “Daniel Boaventura & Amigos”,  “Largados e Pelados” e José Luiz Datena, com uma “retrospectiva do bem”.

Leia mais em: https://entretenimento.r7.com/prisma/flavio-ricco/especial-da-catia-fonseca-na-band-tera-realidade-aumentada-14122020

 

 

Valdivino Sousa: Confira o que mais cai em Matemática no Enem

Valdivino Sousa: Confira o que mais cai em Matemática no Enem

Confira o que mais cai em matemática no Enem e dicas sobre como estudar para essa disciplina

Se você está se preparando para o Enem, deve estar super ansioso para saber como estudar para cada disciplina de maneira assertiva e mandar bem na hora do exame oficial.

E saber o que mais cai em matemática no Enem é uma excelente estratégia para conseguir uma boa nota!

Isso porque a prova de matemática é uma das que você deve dar mais atenção na hora de fazer o Enem. Não acredita? Então, vou te contar um segredo secretíssimo: a prova de matemática é uma das provas que as pessoas cometem mais erros e, por isso, os candidatos que conseguem acertar um maior número de questões, geralmente, se destacam e têm uma média mais alta. 

O combo perfeito para conseguir uma média realmente alta e passar no curso e instituição dos seus sonhos é mandar bem em matemática e na redação! Se você conseguir isso é só correr pro abraço!

E é por isso que neste post vamos te contar o que mais cai em matemática no Enem e ainda 9 dicas para estudar para esta disciplina tão importante! Vamos lá?

O que mais cai em matemática no Enem?

Vamos então ao que interessa. De acordo com as últimas edições do exame, selecionamos e compilamos para você o que mais cai em matemática no Enem. Confira:

  • Razão, proporção e porcentagem;
  • Funções;
  • Geometria Plana;
  • Geometria Espacial;
  • Análise combinatória e Probabilidade;
  • Estatística;
  • Trigonometria;
  • Progressões;
  • Propriedades;
  • Matriz e Sistema Linear;
  • Geometria Analítica.

A seguir vamos te mostrar como estudar para o que mais cai em matemática no Enem. Acompanhe!

Confira dicas incríveis de como estudar o que mais em matemática no Enem

Separamos 9 incríveis dicas para você estudar o que mais cai em matemática no Enem. Confere só!

1. Esqueça a calculadora

A nossa primeira dica de como estudar o que mais cai em matemática no Enem é: esqueça a calculadora.

É isso mesmo! Se você quer realmente mandar bem nessa prova, deve esquecer a calculadora e fazer os exercicios usando somente suas mãos e o papel. 

Essa é uma medida que vai ser dolorida, mas necessária, já que na hora do Exame oficial você terá que usar apenas o seu cérebro para fazer as contas e não terá nem sombra de uma calculadora por perto.  

2. Estude progressivamente: do mais básico ao mais difícil

Uma outra dica super legal de como estudar o que mais cai em matemática no Enem é: estude progressivamente: do mais básico ao mais difícil.

Isso porque, não adianta nada você querer começar pelo nível hard, muito possivelmente, você não conseguirá fazê-lo e isso pode te deixar com a autoestima baixa e sem vontade de continuar a estudar. 

Então, comece pelo mais simples e vá aumentando o nível de dificuldade, isso fará com que você se mantenha motivado para ver tudo o que precisa. E além disso, quando aprendemos os conteúdos na escola os vemos gradualmente, e é assim que o nosso cérebro absorve melhor os conhecimentos.

3. Use mapas mentais para se localizar dentro da matemática

A nossa terceira superdica de como estudar o que mais cai em matemática no Enem é: use mapas mentais para se localizar dentro da matéria. 

Os mapas mentais são ótimas ferramentas de estudo. Eles possuem cores e uma linguagem mista, que envolve desenhos, setas e claro o conteúdo a ser estudado. 

Ainda que a matemática seja bem prática e fazer exercícios é o caminho que percorremos para estudá-la, os mapas mentais também são ótimos para fixar assuntos de maneira divertida e criativa e eles funcionam sim para matérias exatas!

4. Faça resumos sobre os conteúdos mais extensos

A matemática é uma disciplina bem prática, sei disso! Mas também sei que ela possui uma extensa teoria por trás de toda essa prática. 

Além disso, o Enem costuma cobrar questões bem contextualizadas, com extensos enunciados, o que vai exigir de você interpretação em todas as disciplinas, inclusives nas exatas, como no caso da matemática. 

Portanto, faça resumos sobre a parte teórica da matemática, isso vai te ajudar, e muito, na hora da prática!

5. Refaça as provas de matemática dos Exames anteriores

A nossa quinta dica de como estudar o que mais cai em matemática no Enem é: refaça as provas desta disciplina dos Exames anteriores.

Você encontra todas as provas no site do Inep, e pode fazer as questões e depois conferir o gabarito com as respostas corretas. Afinal, praticar exercícios e é um dos principais meios para conseguir absorver e internalizar a matemática.

6. Organize-se para conseguir estudar tudo o que precisa até a data da prova

Os conteúdos que mais caem matemática no Enem são 11, mas eles se subdividem em outros itens.

Como assim?

Veja bem, para fazer uma questão que envolve função do primeiro grau, por exemplo, você deve ter conhecimento sobre questões mais básicas, como analisar gráficos e o conceito de incógnitas e coeficiente. 

E é por isso que você deve se organizar e planejar para conseguir estudar tudo que precisa até a data do exame oficial. Portanto, faça um cronograma de estudos voltado ao que mais cai em matemática no Enem e siga-o a risca!

 

Fonte: Imaginie

 

Morre  Peruca ícone da Rádio Nacional da Amazônia

Morre Peruca ícone da Rádio Nacional da Amazônia

Na década de 90 Peruca ficou famoso por milhares de ouvintes em todo Brasil, era ele que tocava as músicas pedidas por centenas de cartas que chegava a Rádio Nacional da Amazônia. Época em que era tudo analógico, gravador de rolo, cartucheira e disco de vinil.

Na década de 90 Peruca ficou famoso por milhares de ouvintes em todo Brasil, era ele que tocava as músicas pedidas por centenas de cartas que chegava a Rádio Nacional da Amazônia. Época em que era tudo analógico, gravador de rolo, cartucheira e disco de vinil.

Willians Mar da Silva, conhecido por todos como “Peruca”, era operador de áudio e atuava nas rádios da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Ele faleceu na tarde de ontem (30), após um infarto fulminante. De acordo com a direção da EBC, ainda não foram fornecidas informações sobre velório e sepultamento. Mas os procedimentos serão restritos em razão da pandemia, com presença de no máximo 10 pessoas.

Peruca começou na empresa em 1968, quando era Rádio e TV Nacional. Lotado na Coordenação de Operações de Rádio, atuava nos estúdios de gravação de programas ao vivo. Em vídeo por ocasião dos 8 anos da EBC, ele falou sobre sua experiência. “Eu entrei trabalhando em um programa do Luiz Alberto, “Eu de cá, você de lá”. Gosto muito de trabalhar aqui porque temos bons colegas. Um colega está sempre fazendo um pelo outro, é uma irmandade. Isso é uma casa cheia de carinho”, comentou em 2015. 

Em outro vídeo, sobre o aniversário de 59 anos da Rádio Nacional AM de Brasília, em 2017, Peruca relembrou programas e radialistas que passaram pela emissora."Na época, os operadores faziam de tudo. Todos faziam toda a programação da empresa. A tecnologia mudou tudo. Antes era tudo analógico, gravador de rolo, cartucheira, disco de vinil. Era uma série de coisas que hoje foi extinto. Hoje é nova tecnologia, e temos na empresa", comentou 
 

 
A direção da EBC divulgou nota em que lamenta a morte e se solidariza com a família do ex-funcionário. Colegas publicaram postagens em redes sociais lamentando a morte de Willians Mar. "Peruca se confunde com a história da EBC, homem de coração imenso", escreveu um colega.
 

"Eu conheci o Peruca por volta 1990, quando eu fui estagiário na Rádio Nacional AM de Brasília, que completa hoje 62 anos. Peruca era operador de áudio do programa Eu de Cá, Você de Lá . E eu era estagiário, atendia as ligações e passava para o apresentador Luiz Alberto. Peruca era uma das pessoas mais simples que conheci. Eu nunca vi o Peruca de mau humor, sem estar sorrindo. Ele sempre foi uma pessoa humilde e simples. Me impressionava no Peruca o carisma, a simpatia, a vontade de sempre falar uma coisa engraçada e o tratamento sempre cordial com os colegas Nos últimos tempo, me chamava de professor. Isso é sinal de humildade, um cara que tinha tanto pra ensinar - e ensinou - tinha uma relação no trato com as pessoas. É uma perda grande. A Rádio Nacional que tem um ambiente ótimo na operação, perde o riso fácil que era estar junto do Peruca",  disse o repórter da Agência Brasil Gilberto Costa. 

"Estávamos uma vez no corredor da Rádio, chegou alguém e procurou pelo senhor Willians Mar. Olhei para um lado, para o outro, falei ´não sei´. Ficamos sem saber o que responder. Aí a pessoa disse: ´o Peruca´. Aí facilitou. Conhecia o Peruca, que ajudou a dar vida ao programa Eu de cá, você de lá,  apresentado por Luiz Alberto, comunicador incontestável mas que achou no Peruca a escada perfeita para o humor. Preparava a piada, jogava, o Peruca respondia e ele concluía", conta Luciano Barroso, radialista e jornalista da Rádio Nacional.

"Peruca, além de um colaborador da EBC era um amigo particular. Ele entrou na antiga Radiobrás. Ele saiu, passou um tempo fora e logo voltou. Ele estava na ativa apesar de aposentado. Ele tinha uma importância gigantesca para as rádios EBC, passou pela fase mais importante do rádio de Brasília. Não era só um operador, ele fazia parte dos programas. Os locutores adoravam gravar com ele, porque ele interagia e gostava de fazer as participações", relata Leleco Santos, gerente de Operações de Rádio da EBC.

"Peruca era um amigo de verdade. Procurava agradar a todos e estava sempre preocupado com a gente. A nossa amizade era algo muito presente na minha vida. Entre um café e outro nós ríamos muito. Eu não imaginava que ia doer tanto perder ele", diz Patrícia Fontoura, produtora da Rádio Nacional da Amazônia.

"Peruca foi um grande companheiro  de trabalho. Sempre muito competente na sua função. Todos gostavam de trabalhar com ele, por que sabiam que o trabalho sairia perfeito. Deus o receba como ele merece, e conforte os corações dos que sofrem com sua partida!", diz Marina Couto, ex-funcionária da Rádio Nacional da Amazônia

"A ida do Peruca representa uma grande perda pra Rádio Nacional e pra todos que trabalham ali. Ele era a alegria da redação. Por onde ele passava se ouvia uma risada, uma palavra de carinho. Aliás, tudo o que ele fazia era com muito carinho. Vai ser sempre lembrado e sempre amado por todos", diz Juliana Maya, apresentadora do programa Nacional da Amazônia.

 

  Fonte: EBC